Negra sí, Negra Soy
Colunistas 1

Negra sí, Negra Soy

POR JULIANA GONÇALVES – Mulher negra em movimento, fruto da diáspora africana forçada. Herdou da mãe o gosto pela leitura e a necessidade da escrita. Vive o jornalismo, namora a poesia, gosta do abstrato, vê beleza no inacabado. Escreve como sente e neste espaço vai compartilhar histórias que versam sobre sua condição no mundo: mulher, negra, periférica, afrolatina, quiçá, livre.

Marcha das mulheres negras: ‘eu sou porque nós somos’

Neste dia da Mulher Negra Latino-Americana, coletivos feministas vão às ruas por um mundo estruturado na diversidade, na coletividade, na solidariedade e no Bem Viver

Por uma sociedade que não odeie as mães

Historicamente na vida de muitas mulheres negras, a figura masculina provoca mais dor do que aconchego ou qualquer tipo de proteção

Os homens que não amavam as mulheres

A cultura do estupro tem origem antiga, quando o crime era visto como um ataque à 'honra da família’; dos estupros brasileiros, 61% das vítimas são negras

Porque precisamos ter raiva

A rapper Lil Kim fez mil cirurgias para ficar branca, a criança de três anos disse à mãe que quer ser branca.... Raiva. Não é um sentimento elevado, mas pode ser um gatilho libertador

Carta à Liliane

Quando o racismo vivido na infância me impediu de acolher uma irmã